Vitalize seu cérebro e seja sempre jovem – Parte II

Sobre a dieta

Já ouvimos exaustivas vezes que somos o que comemos ou ingerimos de um modo em geral. E para sabermos disso não precisaríamos nem de pesquisas cientificas, não é mesmo? Apenas uma breve observação bastaria para entendermos que nossos dias são melhores quando temos uma dieta perfeita. São melhores porque não temos sono demais nem de menos, não temos azia ou má-digestão, não temos intestino preso tampouco solto.  O ânimo se abastece de bons alimentos e tudo o mais que já sabemos.

A neurociência só confirmou o que, na prática, já sabíamos.

Vale, no entanto, reafirmar alguns pontos:

  1. O corpo é um todo do qual a mente faz parte. Se o corpo está bem nutrido, a mente será beneficiada, novas conexões neurais dependem de vitaminas, minerais, aminoácidos e eliminação de algumas toxinas que enfraquecem as sinapses;
  2. O açúcar é veneno. É potencialmente destrutivo para o corpo mas especialmente para o cérebro.  Níveis altos de açúcar contribuem para  o envelhecimento precoce porque diminui a proteína através de um processo denominado “glicação”. A glicação impede o movimento livre da proteína em nosso organismo.

Os neurônios são as maiores vítimas da glicação excessiva ou avançada. A inflamação dos neurônios é uma das principais causas de neuropatias e doença de Alzheimer. A comunicação dos neurônios ou a formação de novas sinapses são impedidas pela glicação.

Pesquisas indicam que em um copo de refrigerante tomamos duas colheres de sopa de açúcar.

Mas atenção, o açúcar é carboidrato simples e ele é quem causa danos, carboidratos complexos, com baixo índice glicêmico, são importantes para proporcionar energia para o corpo. Tais como maçã, cenoura, brócolis, batata-doce, pão integral, aveia, berinjela, lentilha, tomate, repolho, aspargo, amêndoas, feijão preto, iogurte desnatado, grão-de-bico, mandioca, arroz integral, abóbora, milho, linhaça, entre outros.

  1. A importância da hidratação. Nosso corpo é composto de aproximadamente 60% de água, sem água nosso organismo entra em colapso. As células do cérebro se encolhem e funcionam defeituosamente se desidratadas.

A desidratação enfraquece o transporte natural de minerais e nutrientes e leva a mudanças significativas de tamanho, estrutura e integridade das células cerebrais.

Importante lembrar que a bebida alcoólica, além de todos os males já propagados pela ciência, ela desidrata. Então a recomendação médica é para o uso extremamente moderado e, com o avançar da idade, até mesmo sua eliminação.

A variedade de nutrientes cerebrais vem do que consumimos e essa neuroquímica balanceada tem que conter uma mistura de macronutrientes (carboidratos, proteínas e gorduras) e micronutrientes (vitaminas e minerais).

O envelhecimento dificulta a absorção de vitaminas e proteínas exclusivamente pela dieta, então, com o passar dos anos torna-se importantíssimo preservar uma dieta balanceada de alimentos integrais. Seu cérebro lúcido depende de uma dieta balanceada.

Please follow and like us:
0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments